Mononucleose

0

Também conhecida como a ‘doença do beijo’, a mononucleose é uma doença infecciosa caracterizada por febre, dor de garganta e tumefacção dos gânglios linfáticos.

A infecção é causada pelo vírus de Epstein-Barr, também chamado herpesvírus humano 4 (HHV-4), que depois de invadir as células que revestem o nariz e a garganta, o Epstein-Barr atinge os linfócitos B (glóbulos brancos responsáveis pela produção de anticorpos que desencadeiam mecanismo de defesa).

A infecção causada por este vírus é muito frequente e afecta crianças, adolescentes e adultos igualmente. Cerca de 50 % das crianças já sofreu uma infecção pelo vírus de Epstein-Barr antes dos 5 anos de idade. Contudo, ele não é muito contagioso.

Nas crianças com menos de 5 anos, a infecção habitualmente não produz sintomatologia, já nos adolescentes e adultos depende muito de caso para caso, mas os quatro sintomas mais importantes são cansaço, febre, dor de garganta e inflamação dos gânglios linfáticos. Habitualmente o tempo decorrido entre a infecção e o aparecimento dos sintomas (período de incubação) é de 30 a 50 dias. O diagnóstico baseia-se na sintomatologia.

A fase aguda dura aproximadamente duas semanas e, depois dela, a maioria consegue retomar as suas actividades habituais. Contudo, o cansaço pode persistir durante várias semanas e, por vezes, alguns meses. Os afectados com mononucleose, geralmente, recuperam por completo.

Fonte: atlasdasaude

Partilhe.

Deixe o seu comentário