Ruptura de Ligamentos

0

Uma  rotura ou ruptura de ligamentos acontece quando os ligamentos que suportam uma articulação são subitamente esticados ou rasgados. Os ligamentos são tecidos fibrosos que mantêm os ossos unidos.

Normalmente, as rupturas ocorrem nas articulações dos membros inferiores, como por exemplo nos tornozelos, nos joelhos ou nos dedos dos pés.

Também ocorrem com alguma frequência nos punhos e nos dedos das mãos, principalmente no polegar, localização com muita gravidade pelo prognóstico menos bom. É mais comum ter uma ruptura de ligamentos da articulação do tornozelo.

Causas da rotura de ligamentos

Uma rotura pode ser provocada por uma queda que leve a uma torção súbita da articulação. Os acidentes rodoviários também podem provocar uma ruptura. Existe maior probabilidade de se sofrer uma ruptura da articulação se houver excesso de peso.

Utilizar calçado que não se adapta bem aos pés, ou sapatos de salto alto, também podem originar uma entorse do tornozelo. No desporto existem muitas rupturas de ligamentos, quer por queda, quer por traumatismo directo sobre o membro, obrigando as articulações adjacentes a sofrer fortes torções.

rutura ligamento tornezelo

Sinais e sintomas de rotura de ligamentos

Existem dores espontâneas e à palpação, de ligeiras a muito acentuadas, inchaço (edema), e dificuldade em mobilizar a articulação atingida. Em situações mais graves de entorse do tornozelo, a marcha ou o apoio poderão ser impossíveis. Horas/dias mais tarde poderá aparecer equimose (tom arroxeado da pele devido à hemorragia que aparece).

Diagnóstico

Pelas queixas, como dor local, edema e incapacidade para mobilizar a articulação. Poderá haver necessidade de se realizar uma radiografia à articulação para identificar eventual fractura.

Cuidados a ter

A seguir, estão descritas algumas coisas que pode fazer para ajudar a curar mais depressa a ruptura do ligamento. Também pode evitar futuras rupturas (recaídas):

Não volte à corrida, ou a qualquer outro exercício pesado, até estar livre das dores e o seu médico autorizar. Comece a exercitar-se lentamente, como por exemplo andar de bicicleta, quando os médicos autorizarem. Faça sempre exercícios de alongamento antes de ir para o ginásio ou de praticar actividades desportivas. Isto liberta os músculos e os tendões, o que diminui o esforço sobre os ligamentos. O seu médico pode ensinar-lhe alguns exercícios bons para os alongamentos.

Pergunte ao seu médico se pode envolver as articulações mais fracas com uma ligadura, antes de fazer exercício. O seu médico poderá ensinar-lhe a forma correcta de utilizar as ligaduras. Contacte o seu médico se a equimose (tom arrocheado da pele), o inchaço ou as dores aumentarem.

Procure imediatamente ajuda se:
A área por baixo da lesão, como por exemplo os dedos das mãos ou dos pés, estiver fria ou dormente.

 

Riscos e Complicações de uma rotura de ligamentos

Normalmente, uma ruptura simples demora entre oito a 12 dias a ficar curada. Estas são aquelas que apenas existe um ligeiro inchaço e pouca dor à palpação do local lesado. Contudo, em situações mais graves, com muita dor, equimose e edema, a cura pode durar de seis a oito semanas. Mas uma ruptura grave pode demorar mais tempo e muitas vezes necessitar de correcção cirúrgica. É o caso dos ligamentos cruzados do joelho ou entorses com grande instabilidade do tornozelo.

Tratamento da rotura de ligamentos

O tratamento de urgência consiste em colocar gelo (10-15 minutos, várias vezes por dia, nas primeiras 72 horas), proteger a articulação, evitando movimentos dolorosos, comprimi-la com, por exemplo, um pé elástico no caso do tornozelo, e elevar o membro atingido. Depois, importa descansar o ligamento com algum repouso, pois diminui o inchaço e permite a cura da lesão.

Quando a dor diminuir, comece a fazer movimentos normais, lentos. O gelo provoca a contracção dos vasos sanguíneos (ficam mais pequenos), o que ajuda a diminuir a inflamação (inchaço, dor e vermelhidão). Colocar o gelo num saco plástico (ou massajar directamente), cobrindo-o com uma toalha para, de seguida, colocá-lo sobre a zona lesada. Não se esqueça do saco de gelo, pois pode ficar queimado.

Poderá precisar de utilizar uma liga ou uma ligadura elástica para fazer a compressão do local lesado e assim diminuir a hemorragia interna. Os médicos poderão dizer-lhe para manter a compressão durante cinco a oito dias. Poderá ter de continuar a utilizar a ligadura para actividades desportivas, durante mais três a quatro semanas. Poderá tirar diariamente a ligadura para tomar banho. Volte a colocá-la assim que for possível.

Poderá soltar ou apertar a liga para a tornar mais confortável. Deverá estar suficientemente apertada para sentir suporte, mas não deverá estar tão apertada que torne dormente, ou com formigueiro, a área à volta da ligadura. Se estiver a utilizar uma ligadura elástica, tire-a e volte a colocá-la uma vez por dia.

Mova, várias vezes por dia, a parte do corpo perto da lesão, como por exemplo os dedos das mãos ou dos pés, que não esteja coberta pela liga. Desta forma, evita a rigidez da articulação.  Se possível, mantenha o ligamento com a ruptura numa altura acima do coração, para ajudar a reduzir a dor e o inchaço. Os medicamentos a usar são do tipo analgésico e, eventualmente, anti-inflamatórios.

Tome sempre os seus medicamentos de acordo com as instruções fornecidas pelo médico. Telefone ao seu médico no caso de julgar que os medicamentos não estão a ajudar, ou se sentir que está a ter efeitos secundários (dores no estômago, alterações intestinais, desde cólicas a diarreia). Não deixe de os tomar enquanto não falar com o seu médico. Importa informar o seu médico de algumas doenças, como por exemplo, se é portador de asma, doenças do estômago, diabético ou doenças do coração.

Guarde uma lista dos medicamentos que está a tomar, apontando o modo e a frequência com que os deve tomar. Leve a lista dos seus medicamentos ou os frascos de comprimidos quando for consultar o seu médico. Saiba porque é que toma cada um dos medicamentos. Peça informações ao seu médico relativamente ao seu medicamento. Pode utilizar ibuprofeno e paracetamol para as dores. Poderá adquirir estes medicamentos numa farmácia.

Fonte do artigo: Fotosantesedepois

Partilhe.

Deixe o seu comentário